Demônios da Garoa





Discografia





Vídeos





Redes Sociais



FACEBOOK | INSTAGRAM




Biografia



Tudo começou como um hobby… Na década de 40, os meninos entre 12 e 14 anos de idade, apaixonados por músicas, cantoria e batucada, se encontravam todas as noites após seus trabalhos na casa de Arnaldo, para tocar grandes sucessos da época, imitando grupos famosos, como: Quatro Ases e Um Coringa, Anjos do Inferno, Quitandinha e Serenaders, Vocalistas Tropicais, dentre outros. Arnaldo Rosa (vocal e ritmo), os irmãos Antônio e Benedito Espanha (que marcavam ritmo tocando Tantã e Afoxé), Waldemar Pezuol (no Violão), Zezinho (no Violão Tenor) e Bruno Michelucci (no Pandeiro), costumavam se apresentar em festinhas de amigos, serenatas e em clubes com o nome de Grupo do Luar, já sob o comando de Arnaldo Rosa. Não tinham grandes pretensões, nem recebiam nada em troca, somente os aplausos. De boca em boca, o grupo foi ficando conhecido e pessoas vinham de longe para ouvi-los. Moravam e trabalhavam na Mooca e em bairros vizinhos, como Brás e Belém, bairros onde ficaram conhecidos e sua fama se espalhava rapidamente (Arnaldo trabalhava na sapataria de seu pai, e os irmãos Espanha e Bruno, em uma indústria). Depois de muito ensaio e incentivos dos amigos, resolveram se inscrever no Programa de Calouros, da Rádio Bandeirantes, chamado “A Hora da Bomba”, apresentado por J. Antônio D’Avila, em 1943.