Thiago Veiga





Discografia





Vídeos






Redes Sociais



FACEBOOK | INSTAGRAM



Biografia



Thiago Lima Veiga é carioca, mas passou a maior parte da sua vida na Baixada Fluminense onde o contato com a música foi inevitável.


Aos 12 anos após ser atraído por um som estrondoso de bateria que se misturava com umas guitarras distorcidas, o que era pra ser apenas uma banda de vizinhos tocando na garagem de casa se tornou o seu principal canal na descoberta de novas bandas que o influenciam até hoje, passou então a acompanhar os ensaios e os shows que a banda fazia e não demorou muito para está em cima dos palcos.


“Tive o privilégio de ter o meu primeiro contato com a música numa época em que as bandas autorais e os chamados Point de Rock estavam no auge e foi como uma escola pra mim, e me lembro como se fosse hoje a galera ensaiando e iriam tocar uma música chamada Pain Lies On The Riverside da banda LIVE que tinha o som de um instrumento percussivo bem característico e foi quando o baixista da banda teve a feliz ideia de falar: “Deixa o Thiaguinho tocar”, e desde então não parei mais.”


Após o fim da banda Thiago Veiga participou dos grupos Black Of Boys e Gesb que eram grupos vocais embalados pelo POP e R&B, foi também tecladista da banda Kadeia Nacional que veio a se chamar Radar 021 após um tempo e fundou a banda No Grau no início de 2009 no qual liderou até o início de 2010. Com o fim da No Grau dedicou-se a compor, a mostrar mais a sua identidade e expor aquilo que vivia e acreditava, foi quando em parceria com seu amigo e atual produtor Bruno Sanson fizeram a primeira produção de uma música intitulada “Com o Tempo”, que só viria ser lançada em 2013 juntamente com um clipe e seria o início de uma carreira solo, mas as coisas não foram bem assim.


“Após a produção de Com o Tempo eu me mudei pra São Paulo e fiquei afastado do meio musical, tive que me dedicar a uma nova vida e a internet ainda não era lá essas grandes coisas hoje eu componho em São Paulo e mando pro Rio de Janeiro, o Bruno faz todo trabalho e me envia pra gravar as vozes aqui, a dinâmica é diferente”, nos contou Thiago.


Já com tudo mais organizado, no final de 2018 postou um vídeo em uma rede social cantando a música “Linda Flor”, o resultado foi bastante positivo e devido a essa injeção de ânimo após um bom tempo sem entrar em um estúdio resolveu então lançá-la como um single o que acabou virando um EP com letras bem trabalhadas, arranjos marcantes e um vocal que vem da alma. No início de 2019 o seu EP foi lançado em todas as plataformas de streaming marcando a sua volta à carreira solo. E agora, ele traz a novidade "Cores", em breve, todas as lojas digitais.